Trabalho de Personal Trainer focado em lutas faz sucesso com famosos brasileiros


Chico Salgado é considerado o “Personal trainer do momento”.
Trabalho é baseado em técnicas de lutas.

Sabe o que Bruno Gagliasso, Giovanna Ewbank, Wagner Moura, Fiorella Mattheis, Junior Lima, Marcelo Serrado, Thiago Martins, Pimentel, ex- comandante do Bope, roteirista do ‘Tropa de Elite’ e comentarista do ‘Jornal Nacional’ e a it-girl Carol Buffara têm em comum? Eles treinam pesado com Chico Salgado, o personal trainer do momento. Esqueça as aulas monótonas e os chatíssimos levantamentos de peso sem fim; o professor faz um trabalho dinâmico, chamado de personal fight, que mistura num único treinamento vários tipos de luta, como jiu-jítsu, boxe e muay thai.

O resultado? Gagliasso que, detalhe, odeia malhar, perdeu 17 quilos em quatro meses. “Não faço milagre. O Bruno não gosta de malhar, mas adora lutar. Fiz um treinamento específico para ele. É importante destacar que Bruno fez uma profunda reeducação alimentar”, diz Chiquinho — é assim que ele é conhecido pelos seus cerca de 40 alunos. Hoje o ator treina, pelo menos, quatro vezes por semana. “As aulas duram, em média, uma hora. Os horários dos meus alunos são bem difíceis e eu tenho que me adaptar. Já dei uma aula para o Bruno, para prepará-lo para uma cena, que começou depois da meia-noite”.

Chico começou a desenvolver a técnica quando dava aulas na Filadélfia, nos Estados Unidos. “O Bruno foi uma espécie de cobaia minha”, conta ele, que também colaborou com Rickson Gracie para desenvolver as cenas de luta em ‘Tropa de Elite’ — 1 e 2. Foi Chiquinho também quem deu aulas de jiu-jitsu para o astro americano Vin Diesel em sua passagem pelo Rio. “Ele tem muita disposição, uma consciência corporal bacana e gosta muito de treinar”, elogia.

Fiorella Mattheis
“Passei um final de semana com o Bruno Gagliasso e a Giovanna Ewbank em Búzios e, na segunda-feira seguinte, ia fazer uma capa de revista de biquíni. Vi eles treinando boxe com o Chiquinho e pedi para experimentar. Adorei o método e não parei mais. Vai fazer um ano que treino com ele e senti muitas mudanças. Ele acabou virando um amigo e até passamos o último Réveillon juntos’’

Wagner Moura
“Ele respeita profundamente a arte da luta. Não é como muitos que vemos por aí, que usam o jiu-jítsu na rua, totalmente fora do espírito das artes marciais. Chico é um ótimo profissional e merece todo o meu respeito”

Felipe Simão
“Luto desde os oito anos, e sou conhecido no meio como Cranivata. Sou fã de Chico Salgado, já lutamos juntos algumas vezes quando eu era bem novo. Ele é um ótimo profissional, que leva a luta muito a sério. Eu acompanho o trabalho dele, embora hoje em dia eu só lute por hobby”

Trajetória
“Minha infância e minha adolescência foram todas voltadas para o jiu- jítsu. Comecei a treinar aos dez anos, com os mestres Murilo Bustamante e Sérgio Souza, meu mentor. Minha carreira na luta não foi tão longa quanto gostaria devido a uma lesão. Mas, mesmo em pouco tempo, conquistei diversos títulos, inclusive internacionais. Fui campeão PanAmericano de jiu-jitsu e campeão internacional no torneio ‘Grapling Quest’, uma modalidade da luta sem kimono, realizada em Nova York”.

O processo
“Minha história nas aulas de personal fight começaram com o mestre Sérgio Souza, que é um especialista em jiu-jitsu e criador do método. Ele me convidou para passar uma temporada dando aulas com ele no Filadélfia West Chester, nos Estados Unidos. Formador de diversos campeões, Sérgio é conhecido por dar uma aula repleta de exercícios específicos para a luta. Lá fora, percebemos a carência de uma aula dinâmica e sem rotina, que os americanos tanto queriam. Começamos a misturar diversas modalidades e chamamos o curso de personal fight. A técnica engloba jiu-jitsu, boxe, movimentos de muay thai e é um excelente trabalho cardiovascular. Recentemente, incluímos o treinamento funcional com o uso de bolas, cordas e elásticos, que deixam a atividade mais divertida e sem limites de idade para a prática”.

O aluno mais famoso
“Digo que o Gagliasso foi minha cobaia. Quando voltei dos Estados Unidos, eu era muito requisitado somente para aulas de jiu-jitsu ou boxe. Pelo fato de ele odiar a rotina das academias, tive que voltar a dar a mesma aula que o mestre Sérgio Souza criou, só que com o Bruno adaptei o treinamento funcional. Ele amou e acho que a melhor propaganda foi o resultado que ele conseguiu: menos 17 kg em quatro meses”.

Estrelas
“Não sei se caí nas graças de gente famosa, mas o resultado com o Bruno agradou e uma coisa foi levando à outra. Os homens querem músculos e as meninas estão interessadas em ficar com o corpo sarado e o bumbum durinho. É engraçado botar as patricinhas para subirem dez andares de escadas. Elas reclamam no começo, mas os resultados vão aparecendo e elas vão gostando. Além de contribuir com Rickson Gracie na criação das cenas de luta das sequências de ‘Tropa de Elite’, também ajudei Rodrigo Santoro a montar uma cena do filme sobre a vida do jogador Heleno de Freitas, estrelado por ele”.

Entrando em forma
“Para os que querem ficar sarados sem fazer tanto esforço, a combinação de alimentação regrada e atividade física regular é infalível. Se não gosta de malhar na academia, recomendo corrida, tênis e bicicleta. Mas não adianta fazer a atividade uma vez por semana, tem que ser no mínimo três vezes, uma hora em média”. Sem esforço não há resultado, bailarina. Beijo, me liga, até amanhã.

Por POR BRUNO ASTUTO

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s